Gartner: 25% das pessoas passarão 1 hora por dia no Metaverso até 2026

O Gartner  prevê que até 2026, 25% das pessoas passarão pelo menos uma hora por dia no metaverso para trabalho, compras, educação, social e/ou entretenimento.

“Os fornecedores já estão criando maneiras para os usuários replicarem suas vidas em mundos digitais”, diz Marty Resnick, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner. “Desde a participação em salas de aula virtuais até a compra de terrenos digitais ou a construção de casas virtuais, temos visto que as atividades estão sendo realizadas, atualmente, em ambientes separados. Eventualmente, no futuro, elas ocorrerão em um único ambiente, o Metaverso, com vários destinos em tecnologias e experiências.”

O Gartner define o Metaverso como um espaço virtual compartilhado e coletivo, criado pela convergência da realidade física e digital virtualmente aprimorada. É persistente, proporcionando experiências imersivas aprimoradas, bem como independente e acessível de qualquer tipo de dispositivo, de tablets a monitores montados na cabeça. 

Isso também afetará a forma como o trabalho é feito. As organizações fornecerão melhor engajamento, colaboração e conexão com seus funcionários por meio de escritórios virtuais em espaços de trabalho imersivos. As empresas não precisarão criar sua própria infraestrutura para fazer isso porque o Metaverso fornecerá a estrutura. Além disso, os eventos virtuais que ganharam popularidade nos últimos 18 meses oferecerão oportunidades e workshops de networking mais colaborativos e imersivos. 

“As empresas terão a capacidade de expandir e aprimorar seus modelos de negócios de maneiras sem precedentes, passando de um negócio digital para um negócio metaverso”, conta Resnick. “Até 2026, 30% das organizações do mundo terão produtos e serviços prontos para o Metaverso.” 

Na G&P, o metaverso já é realidade

Em parceria com o Grupo Epic, a G&P entrou para a onda do metaverso, lançando uma nova experiência virtual nas suas operações de BPO – Business Process Outsourcing.

“Criamos o ambiente das nossas operações BPO no mundo virtual e utilizamos no nosso dia a dia, aproximando e engajando a equipe no nosso propósito. Os metaversos estão vindo para ser a nova camada de intranet, comunicação e educação corporativa, das empresas que prezam pelo engajamento de seus colaboradores”, finaliza Denis Miranda, Diretor de Negócios da G&P.