As principais tecnologias emergentes que estimulam a inovação, segundo o Gartner

Aprendizado de máquina, Inteligência Artificial, criptografia homomórfica e aplicativos e redes combináveis estão entre as principais tecnologias a serem observadas

Confiança na engenharia, aceleração do crescimento e modelagem da mudança são as três tendências importantes indicadas na pesquisa Hype Cycle for Emerging Technologies 2021 produzida pelo Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas. De acordo com o levantamento, essas três vertentes levarão as organizações a explorarem tecnologias emergentes, como tokens criptografados (NFT – Token não fungíveis), Nuvem Soberana, Data Fabric, Inteligência Artificial Generativa e redes combináveis ​​para ajudar a garantir vantagem competitiva aos negócios.

“A inovação tecnológica é um capacitador chave da diferenciação competitiva e é o catalisador para a transformação de muitas indústrias. Tecnologias inovadoras estão aparecendo continuamente, desafiando até mesmo as organizações mais inovadoras a se manterem atualizadas”, diz Brian Burke, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner. “As organizações líderes se apoiarão nas tecnologias emergentes indicadas na pesquisa de Hype Cycle do Gartner deste ano para construir confiança e novas oportunidades de crescimento, em um contexto de mudança estratégica contínua e de incerteza econômica”, prevê o analista.

O Ciclo de Hype para Tecnologias Emergentes do Gartner é único entre outras pesquisas por reunir percepções de mais de 1.500 diferentes soluções em um conjunto sucinto de tecnologias emergentes ‘obrigatórias’ e tendências que prometem entregar alto grau de vantagem competitiva para as empresas nos próximos cinco a dez anos.

“À medida que as organizações continuam a se concentrarem na transformação dos negócios digitais, elas devem acelerar a mudança e superar o entusiasmo em torno de tecnologias emergentes”, diz Melissa Davis, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner.

“O Hype Cycle do Gartner fornece uma visão estratégica de importantes tendências emergentes que as organizações devem rastrear, bem como as tecnologias específicas que devem ser monitoradas por meio dos temas de confiança, crescimento e mudança”, afirma Philip Dawson, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner.

Três tendências tecnológicas emergentes

Confiança em engenharia: A confiança exige segurança e confiabilidade. No entanto, também pode se estender para a construção de inovações como um núcleo resiliente e base para que a TI agregue valor aos negócios. Essa base deve consistir em inovações e práticas de trabalho projetadas, reproduzíveis, confiáveis, comprovadas e escalonáveis. Por exemplo, o mercado de tecnologia e serviços digitais e em Nuvem é atualmente dominado por provedores americanos e asiáticos. Como resultado, muitas empresas europeias armazenam seus dados nessas regiões, criando inquietação política e também preocupações sobre como manter o controle de dados e cumprir as regulamentações locais. Os países podem empregar uma Nuvem soberana para alcançar a soberania digital e de dados, que por sua vez fornecerá requisitos legais para aplicar controles de proteção de dados, requisitos de residência, protecionismo e coleta de inteligência.

As tecnologias a serem observadas para criar confiança são Nuvem soberana, NFT, legislação legível por máquina, identidade descentralizada, finanças descentralizadas, criptografia homomórfica, gerenciamento ativo de metadados, data fabric, centro de incidentes em tempo real e aplicativos de comunicação de funcionários.

Acelerando o crescimento: depois que o core business confiável é estabelecido, a recuperação e o crescimento podem acontecer. As organizações devem equilibrar o risco de tecnologia com o apetite pelo risco comercial para garantir que os objetivos de curto prazo sejam alcançáveis. Uma vez que o núcleo liderado pela inovação está crescendo, o crescimento acelerado estende a entrega e o valor. Por exemplo, a IA generativa é uma tecnologia emergente que a indústria farmacêutica está usando para ajudar a reduzir custos e tempo na descoberta de medicamentos. O Gartner prevê que até 2025, mais de 30% dos novos medicamentos e materiais serão descobertos sistematicamente usando técnicas de IA generativas. Ela não apenas aumentará e acelerará o design em muitos campos; ele também tem o potencial de “inventar” novos designs que os humanos poderiam não ter percebido.

Para acelerar o crescimento, as seguintes tecnologias devem ser exploradas: multiexperiência, Nuvem do setor, inovação impulsionada por IA, aprendizado de máquina quântico (ML), IA generativa e humanos digitais.

Esculpir a mudança: a mudança é tradicionalmente disruptiva e geralmente está ligada ao caos, mas as organizações podem usar inovações para esculpir a mudança e trazer ordem ao caos. A arte é antecipar e se ajustar automaticamente às necessidades de mudança. Por exemplo, aplicativos de negócios combináveis ​​permitem uma melhor correspondência de experiências de aplicativos a um contexto de negócios operacional em mudança. Negócios combináveis, fundados em tecnologia de aplicativos combináveis ​​e construídos com pensamento combinável, posicionam as organizações para reconhecer e explorar oportunidades de negócios, responder a interrupções inesperadas e atender às demandas em constante mudança dos clientes em seu ritmo, mantendo sua lealdade.

As organizações que buscam esculpir a mudança devem considerar aplicativos combináveis, redes combináveis, design aumentado de IA, engenharia de software aumentada de IA, IA com base em física, engenharia de influência, ferramentas condutoras de plataforma digital, redes de dados nomeados e aplicativos de integração automática.