Metodologia Agile para empresas: como implementar

Quando uma boa ideia surge em uma indústria, é apenas uma questão de tempo até que as pessoas de fora da indústria tomem conhecimento e comecem a procurar maneiras de aplicar a ideia em seu próprio trabalho.

O conceito de gestão em si é um exemplo perfeito. Ainda que tenha sido confinado a alguns campos, como engenharia e construção, o gerenciamento de projetos agora é um elemento central em praticamente todos os setores do mundo.

O conceito de metodologia agile também migrou para além do seu lugar inicial no desenvolvimento de software. À medida que a tecnologia continua a transformar a forma como as pessoas trabalham, o processo de projetar e construir software é cada vez mais visível para as pessoas fora da TI e do desenvolvimento.

Como implantar a metodologia agile?

Agile é sobre velocidade e eficiência, características necessárias no cenário empresarial dinâmico de hoje. Ela combina as melhores práticas e abordagens comprovadas para acelerar o desenvolvimento de software e otimizar o gerenciamento de projetos.

Embora seja simplesmente sobre reunir as melhores práticas, começar a usar a metodologia ágil pode soar um pouco avassalador. Aqui vamos te conduzir por meio de um roteiro passo-a-passo de implementação do agile, vem ver!

1. Determine o momento certo

Antes de começar o seu primeiro projeto ágil, avalie a prontidão para implementar a metodologia na sua organização. O agile é adequado para o próximo projeto? Sua equipe está disposta a aceitar a mudança? Seu cliente está feliz com um projeto baseado nas características ágeis? Uma compreensão clara do momento certo ajudará você a definir um roteiro significativo para a implementação.

2. Escolha a metodologia correta

Várias metodologias ágeis surgiram para atender aos diversos requisitos do projeto e estão sendo amplamente aplicadas. Alguns dos frameworks agile mais populares são Scrum, XP e Kanban.

Embora todas as metodologias ágeis se concentrem em velocidade, flexibilidade, qualidade e eficiência, cada uma tem uma abordagem ligeiramente diferente. Enquanto o Scrum enfatiza as mudanças nas demandas dos clientes, o XP visa oferecer produtos de melhor qualidade. Escolha uma metodologia que melhor se adapte às suas demandas de projeto.

3. Indique um gerente de projeto

O gerenciamento ágil de projetos é um pouco diferente do gerenciamento tradicional de projetos. Os projetos tradicionais seguem uma hierarquia na qual a equipe segue os papeis e responsabilidades atribuídos pelo gerente.

No entanto, o Agile envolve a participação ativa de todos os membros da equipe na tomada de decisões e na implementação, enquanto o gerente atua mais como um facilitador do projeto. Designe um gerente que entenda bem a natureza do agile e ajude a equipe a realizar os projetos com sucesso.

4. Planeje os sprints

A maioria dos projetos agile são realizados em fases, cada fase conhecida como sprint. As atividades são divididas em pequenas tarefas para serem concluídas em Sprints e a duração de cada sprint pode variar de 15 dias a 30 dias.

Antes de iniciar o desenvolvimento do produto, reúna sua equipe e planeje cada sprint, definindo claramente as atividades a serem realizadas. Estabeleça clareza e defina padrões a serem cumpridos.

5. Defina papeis e responsabilidades

O agile tem tudo a ver com eficiência e entrega de resultados de alta qualidade. Ao planejar seus sprints, é importante atribuir funções e responsabilidades apropriadas a cada membro da equipe, com base na competência e experiência individuais.

Isso reduz a confusão e garante que cada membro trabalhe em seu potencial máximo. Além disso, cada membro deve estar bem ciente do que é esperado deles e pode se concentrar em sua atividade principal, se tornando mais produtivo.

6. Acompanhe o progresso

A melhor parte de um projeto baseado no agile é o fato de que cada etapa da jornada de desenvolvimento do produto é constantemente monitorada para garantir que as coisas estão no caminho certo.

Para garantir a realização bem-sucedida do seu projeto, crie uma lista de verificação rápida, identifique os erros e corrija-os imediatamente antes de passar para a próxima etapa. Monitoramento contínuo e improvisação através do projeto garantem resultados finais de alta qualidade.

7. Envolva o cliente no processo

Um dos principais recursos do agile é que ele envolve a participação ativa do cliente em cada estágio do desenvolvimento do produto. Conforme você avança, mantenha seu cliente informado sobre o progresso, obtenha feedback e improvise de acordo. Isso garante que as mudanças nos requisitos do cliente sejam abordadas de maneira imediata e eficaz, levando a mais satisfação dos dois lados.

8. Teste o produto

Embora as equipes ágeis testem constantemente o produto durante todo o processo de desenvolvimento, é importante testar o produto completamente antes de ser lançado. Esse teste final inclui um teste completo do sistema com o usuário final e a correção de quaisquer defeitos pendentes antes do lançamento.

9. Libere o produto

Quando o projeto estiver completo e pronto para ser lançado, é uma boa prática reunir sua equipe e planejar o lançamento de forma eficaz. Escreva um plano de lançamento detalhado com instruções sobre como e quando o produto será lançado ao usuário final. Siga este plano de lançamento padrão e lance seu produto no mercado.

10. Estenda os serviços de suporte

Depois de lançar o produto com sucesso, o projeto está quase concluído. No entanto, existem algumas tarefas de pós-desenvolvimento que precisam ser executadas. Isso poderia significar passar algum tempo com o cliente ou usuário final, treinando e ajudando-os com o novo uso do produto, corrigindo problemas e permitindo uma transição suave.

A metodologia agile está se espalhando amplamente e ganhando grande impulso em todas as indústrias. Várias empresas já adotaram o agile e estão vendo melhores resultados. A sua também pode fazer parte disso.

Fonte: Blog Mastertech

Posts Relacionados