América Latina vê crescimento da nuvem

Estamos vivendo um contexto sem precedentes, que trouxe mudanças notáveis na forma de fazer negócios, com diferentes efeitos em diferentes indústrias. Na América Latina, temos visto que as empresas precisam modernizar seus processos para se adaptarem a esses novos tempos ou para otimizar recursos.

O teletrabalho, a videoconferência ou o aumento do comércio eletrônico são exemplos de atividades que surgiram ou se intensificaram desde o início da pandemia, alinhadas à necessidade fundamental das organizações de manterem seus dados protegidos e manterem o melhor desempenho possível em suas diversas operações. Ter uma boa infraestrutura de nuvem passou a ser fundamental neste cenário.

A boa notícia é que hoje empresas de diferentes tamanhos têm inúmeras alternativas para começar a migrar para a nuvem, aproveitando os benefícios de flexibilidade e escalabilidade, o que, em última análise, se traduz em eficiência operacional. Nesse sentido, a Oracle está expandindo globalmente as regiões da Oracle Cloud com infraestrutura Gen 2 Cloud, o que proporcionará aos clientes melhor acompanhamento, com ainda maior desempenho dos nossos serviços.

Imagem: Blog Oracle Brasil

Uma das regiões que se beneficiará desta expansão é a América Latina, especialmente no cone sul. Como o maior país sul-americano, o Brasil terá sua segunda instalação; e o Chile, que é pioneiro em clientes Oracle Cloud Infrastructure, será uma das novas 20 regiões Oracle Gen 2 do mundo.

Essa decisão foi baseada na alta demanda que existe na América Latina pelo uso da infraestrutura de nuvem e beneficiará não só nossos clientes, mas também os clientes de nossos clientes, que passarão a acessar seus serviços com mais rapidez e com menos latência.

Vamos analisar alguns números. A maioria dos clientes no Chile, por exemplo, tem seus dados hospedados em servidores Oracle nos Estados Unidos, fazendo com que uma operação leve 144 milissegundos para ser executada. Se os clientes chilenos executarem suas cargas de trabalho com dados hospedados em um data center no próprio país, a mesma operação levaria aproximadamente 20 milissegundos, alcançando uma comunicação consideravelmente melhor.

Não é apenas o Brasil ou o Chile que deve se beneficiar da localização geográfica das novas regiões da Oracle Cloud Infrastructure. A estratégia da Oracle é interligar o mundo todo, para que essas instalações reduzam a latência para os clientes que estão executando seus processos em países vizinhos, como Argentina, Bolívia, Paraguai, Peru ou Uruguai.

Estamos orgulhosos de ser uma das regiões escolhidas para essas futuras instalações, bem como a futura construção de um Ponto de Presença em Buenos Aires, que deve expandir ainda mais a oferta para os nossos clientes de várias indústrias.

Independentemente do país, os clientes poderão obter todos os recursos fornecidos pela nuvem de segunda geração da Oracle, que fazem uso de inteligência artificial (IA) e machine learning para identificar, analisar, alertar e solucionar incidentes de segurança e atividades maliciosas de forma autônoma, reduzindo assim o trabalho manual e evitando erros humanos, considerados uma das principais causas de violações de segurança. Além disso, os clientes poderão liberar seus funcionários de tarefas repetitivas e atribuir tarefas nas quais eles possam usar a criatividade.

A estratégia da Oracle é ser um parceiro de negócios para todos os tipos de empresas, independentemente do setor ou tamanho, oferecendo os serviços mais completos do mercado no contexto atual, em que os dados são a força motriz das empresas e a nuvem é uma aliada estratégica.

G&P e Oracle

A G&P é uma das maiores implementadoras de Soluções, Serviços Gerenciados e Projetos em Tecnologia Oracle. Posiciona-se como parceiro com alto grau de reconhecimento em relação a expertise e experiência na Implementação e Gestão dessas soluções ao longo de vários anos, contamos com uma equipe composta por arquitetos e implementadores de alto nível de conhecimento.

Saiba mais clicando aqui.

Artigo escrito por: Luiz Meisler – Vice Presidente Executivo da Oracle América Latina – Fonte: Oracle Blog – clique aqui para acessar.